T +55 11 2598.2669 gericke.br@gerickegroup.com

Misturador industrial de pó: para que servem e como não errar na escolha

por nov 5, 2021Misturadores0 Comentários

Indústrias de alimentos e bebidas, química, de plásticos, farmacêutica e muitas outras, normalmente precisam de um equipamento para misturar uma variedade de substâncias, tais como pós, pellets, grânulos, flocos, partículas e outras. A esse equipamento dá-se o nome de misturador industrial.
 
Tratando especificamente do misturador industrial de pó, estamos falando de um equipamento fundamental para a qualidade e o desempenho no processo de fabricação de uma ampla gama de produtos.
 
Já que os misturadores podem ser utilizados nas mais diversas indústrias, e pensando na sua importância, convidamos você a conhecer um pouco mais sobre o misturador industrial de pó.

Para que servem os misturadores industriais?

Essencialmente, eles têm a função de misturar materiais de diferentes densidades e viscosidades para transformá-los em uma mistura homogênea. Para entender o uso desses equipamentos, vamos analisar o processo de manuseio de pós, que é uma importante operação da indústria.
 
Do armazenamento à embalagem, incluindo dosagem e mistura, os diversos tipos de sólidos proporcionam muitos desafios ao serem manuseados. Isso porque, ao contrário do que ocorre com os produtos líquidos, os pós são mais difíceis de serem controlados.
 
O papel de um misturador industrial é, portanto, obter uma mistura homogênea por meio da composição de produtos, fluídos e outros ingredientes. Além disso, possui a função de garantir que o produto final esteja em conformidade com requisitos de qualidade e segurança.
 
O equipamento pode ser acoplado com um dosador. Nesse caso, as substâncias são dosadas antes de caírem no misturador para, então, formar a base dos produtos (como por exemplo uma barra de cereal).

Tipos de misturadores industriais

Eles podem ser de dois tipos: contínuo e por batelada.
  • Misturador industrial contínuo: consiste em alimentação gravimétrica automática dos ingredientes, que são continuamente dosados com precisão e levados ao misturador.
  • Misturador industrial por batelada: a mistura é feita por lotes, o que significa que uma receita pode ser alterada ou ajustada para cada batelada, permitindo a produção de volumes variados de produção.
 
Na comparação entre os dois tipos, os processos contínuos combinam eficiência de mistura com alta produtividade e baixos requisitos de espaço, mesmo em níveis elevados de produção.
 
Falando em espaço ocupado, apesar de o misturador por batelada ser maior e requerer mais área, é possível encontrar no mercado misturadores compactos de batelada, com design industrial ajustado para plantas piloto e pequenos lotes de produção.
 
Há também equipamentos que adotam uma abordagem semicontínua para uma produção de produtos de baixa dosagem e pouco volume. É o caso dos misturadores que combinam as vantagens do processo tradicional de lotes e do processo de produção contínua para gerar um sistema híbrido.

Quais cuidados adotar na escolha de um misturador industrial de pó?

Na hora de escolher o misturador industrial de pó, é importante dar uma atenção especial à limpeza do equipamento. Dependendo de como ele é desenvolvido, um operador pode levar cerca de uma hora para fazer toda a higienização do equipamento. Esse tempo em que o equipamento tem que ficar parado prejudica a eficiência de toda a linha de produção.
 
Sendo assim, certifique-se que o misturador tenha um processo “easy clean”, isto é, que seja fácil e rápido de limpar. Para isso, veja se o operador terá acesso total às peças e se o equipamento possui ferramentas extraíveis como, por exemplo, um eixo que saque o rotor (pás rotativas) por completo, diminuindo não somente o tempo de limpeza como também o de manutenção.
 
Para você ter uma ideia da importância disso, graças a essas características os misturadores industriais de pó da Gericke chegam a ter redução de mais de 60% nos tempos de parada para limpeza.
 
Além disso, considere também os seguintes pontos:
  • Como é a qualidade, a homogeneidade e a consistência da mistura (o equipamento da Gericke, por exemplo, trabalha até mesmo com baixíssimas proporções de ingredientes, menores do que 0,001%).
  • Se o equipamento atende aos rigorosos requisitos de higiene seguindo as diretrizes da ANVISA, FDA, EHEDG, GMP etc.
  • Se o misturador possui descarga rápida e total.
  • Qual é a vida útil e se a frequência de manutenção é baixa.
  • Qual é o custo de energia.
  • Qual é o tempo de inatividade do equipamento.
  • Qual é o retorno dos custos de investimento.
  • O número de lotes por hora (para misturadores por batelada).
  • Como é a integração com dosadores durante o processo.
  • Qual é o tempo levado no processo de mistura.

Conheça a linha de misturadores industriais de pó da Gericke

Além das características mencionadas no tópico anterior, a Gericke atende faixas de mistura de 1 kg/h até mais de 100.000 kg/h para pós, grânulos, grãos, partículas e adição de líquidos.
 
Nossa experiência exclusiva também inclui processos de reação, tais como aglomeração, revestimento e transferência de calor, que são vitais para inovação dos produtos.
 
Destacamos ainda que nossa linha permite a mistura de sólido com sólido e de sólido com líquido. Neste último caso, o time da Gericke faz uma engenharia de aplicação para verificar a eficiência do nível de homogeneização.
 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também